quarta-feira, 13 de julho de 2011

Por que gosto


Gosto porque gosto, sem motivo certo. Gosto, aliás, por motivo totalmente incerto. Acho que a magia do gostar mora justamente nessa indefinição, no ponto de interrogação, no mistério quase indecifrável que não quero me arriscar a desvendar. Não quero me aventurar a descobrir o que há ali de verdade, prefiro ficar com o gostinho da vontade e da curiosidade. Prefiro ter o prazer daquele que descortina aos pouquinhos, sem pressa. Prazer protelado é prazer prolongado. É assim que vai ser. Sou atraída pelo que é raro. Gosto da sensação de não ter tudo, gosto de desejar. Gosto do ideal que criei e gosto mais porque você me oferece goles que nunca me satisfazem por completo e que me dão vontade de ter sempre um pouco mais. Às vezes tenho a sensação de que criei esse ideal não sozinha, de que o compartilho com alguém. Às vezes tenho a sensação de que esse ideal pode se tornar real quando eu estiver na companhia da pessoa que compartilhou desse ideal comigo, mesmo que inconscientemente.

3 comentários:

Camila Chaves disse...

http://www.youtube.com/watch?v=wuQe_9XlK4E&feature=player_embedded

Carol R. disse...

Concordo plenamente e acho que você escreve lindamente (:

Ka com K disse...

Acho que gostar é um pouco assim mesmo né? A gente sempre quer um pouco mais daquilo que faz a gente feliz!

http://kacomk.blogspot.com.br/

Related Posts with Thumbnails